06/02/2011

A arte do sofrimento feminino

Frida Kalo e suas cores fortes vibrantes descrevem o sofrimento
Onde transforma as dores mais fortes em arte viva
O feminino sofre com seus hormônios borbulhantes e inquietantes
Que trazem consigo além da orgânica transformação corporal
Reflexos psicológicos e sentimentais
A arte do sofrimento feminino é construída em ciclos
Seja ciclos intensos ou não
A mulher pensa com o útero
Ele dita os seus aspectos de humor e do amor
E essa arte é que define o seu universo...
Nem sempre como uma obra singela
Ela pode ser banhada de aspectos intensamente reais
O feminino não é somente o esplendor
E essa arte só pode ser contemplada pelo ser mulher
Pode ser por isso que a força está com esse gênero
Porque o sofrimento é grande...

3 comentários:

Shh! disse...

"a mulher pensa com o útero"

bate! o/

Ícaro Iandê disse...

Sim,sim. E por tudo,é quem merece mais atenção e, injustamente, além de sofrer fisicamente, se depara com uma sociedade machista como essa... Viva as mulheres! Verdadeiras personificações do que é ser uma "super"!

Fernanda Rodrigues disse...

rebate! su su! :)