17/10/2010

Bordel



Nesse bordel de ilusão
No enlace dos que aqui estão
Fico em busca da emoção
Me apego ao tom de cada canção
Me encanta, me encontro, vivo, sinto a ação e o momento
Dos goles das bebidas mais fortes
No beijo tardio e vadio das grandes noitadas
Vagando por dentre as estradas em busca do eu e do meu
Dos fins e dos nadas...
Ana Laíse e Fernanda Rodrigues

*Versos Boêmios III

2 comentários:

s. disse...

bordel de desilusões...

Gra. disse...

adoreiiiiii
mais uma dose!